01 desabafo

Eu não gosto de política, o que é uma constatação um pouco absurda para uma jornalista. Honestamente? Não me importo. Todas as vezes que tentei entender como as coisas funcionam de verdade eu começo a ficar com ódio. Não sei nem por onde começar a citar todas as coisas que eu (e muitas outras pessoas) acho que tá errado. Sendo assim, pra não me incomodar, eu não quero saber. (Eu sei que isso tá errado também).

Se eu pudesse escolher, eu não votaria. Ou melhor: em todas as eleições que pude votar eu gostaria de não ter tido essa obrigação. Ou eu não me sentia entendedora o suficiente para escolher alguém que pudesse fazer o que eu acho certo, ou, na maioria das vezes, eu achava que ninguém estava apto pra assumir poder algum. Sim, eu generalizo. Mas repito: eu não entendo de política.

O que me incomoda nesse momento é que mesmo conseguindo me manter ignorante sobre o assunto de forma geral eu tô com raiva. É impossível não ficar diante de toda essa bagunça acontecendo no país inteiro. E por bagunça, eu falo desse abuso de poder da polícia e da falta de caráter dos governantes que acham que isso é apenas uma rebelião adolescente. Não, não é uma revolta por causa de vinte centavos.

Como eu comentei no post de uma amiga no FB, eu me sinto impotente sentada aqui atrás do computador. É como se tivesse alguém na trincheira por mim. Eu tenho medo de apanhar. E mais: eu tenho medo de apanhar sem motivo. Mas eu também tenho vontade de não precisar ter um carro e usar o transporte público sem me preocupar com preços abusivos, lotação máxima não respeitada, trânsito parado. Eu também queria comprar as coisas por um preço que eu acho justo e não por um que é quase impagável. E também queria poder acreditar que as pessoas pagas (seja lá por quem) para proteger a mim e a minha família não vão causar mau algum a qualquer um de nós. Isso que nem mencionei as condições precárias de saúde e educação no país.  Tudo isso é bastante utópico, mas nada, absolutamente NADA vai mudar se eu continuar aqui, atrás desse computador, apenas me sentindo culpada e com raiva.

PS.: Obrigada a todos vocês que com propósito e educação estão nas ruas tentando mudar alguma coisa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s