Os vinte e poucos anos

Eu não posso dizer se tô mais perto dos 20 ou dos 30 porque tô exatamente na metade. Mas eu posso garantir que todo mundo, em algum ponto entre as duas décadas, vai pensar na vida, vai ter crises existencialistas e vai ter que se virar com o que acha que é o certo a fazer.

Minha amiga Larissa me mostrou um vídeo muito interessante onde uma psicóloga fala sobre o que ela vê no consultório e o que ela acha ideal a se fazer em cada uma dessas décadas. Não, ela não diz que é fundamental chegar aos 20 já sabendo como você vai viver o resto da sua vida, mas ela ressalta que não é ideal deixar tudo pra ser decidido a partir dos 30.

Olha o vídeo e me diz: concorda ou não concorda?

Pra quem já passou dos 30 (ou dos 40, ou dos 50…) eu posso dar apenas um conselho: sim, tem gente que consegue coisas cedo, como ser dono do próprio negócio aos 23, PhD aos 27, milionário aos 32. Não se comparem com essas pessoas, são pequenas particularidades da vida que fazem uma coisa ou outra acontecer. O importante é se esforçar e ter a certeza de que nunca é tarde pra tentar algo novo ou recomeçar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s